Ainda Divas!

Uma postagem mais antiga, mas que deixou um gostinho, vale postar outra vez!

Mais uma tag super legal, a segunda sorteada pelo Vintage & Retro Bloggers, a TAG 5 Divas Vintage & Retrô proposta pela Jell Mariane. E ainda o banner lindão que a Ariadne Rodrigues fez!
Espero provocar muitas inspirações com as minhas divas, assim como elas provocam em mim.
Divirtam-se!


Jacqueline (Jakie) Kennedy
Em 1960 se tornou a Primeira Dama mais glamorosa que os Estados Unidos já viram. Referência internacional em moda, sempre elegante, Jacqueline Kennedy tem seu estilo copiado até hoje. Da cabeça aos pés, Jackie não perdia um detalhe, sabia que "estilo não é o que você escolhe para vestir, é também a forma de ver o mundo".
Uma coisa em comum com ela, são vários modelos de roupas com cores parecidas, uma das marcas dela.


Elizabeth Taylor
A mulher mais bonita do mundo nos anos 50. Vestidos volumosos, sobrancelhas grossas e os olhos azul-violeta com eyeliner e batom vermelho e as joias...as joias!!! Ui!
Para a minha avó e também para mim, a verdadeira diva dos anos dourados de Hollywood.
Eu fico com os vestidos volumosos, às vezes de alcinha, e a importância dada aos brincos, gargantilhas e pulseiras.


Grace Kelly
Diva eterna do cinema que viveu o verdadeiro conto de fadas. Cabelos perfeitos e looks impecáveis, outro ícone de moda, cheia de elegância e classe, a Princesa de Mônaco é até hoje copiada por sua feminilidade combinada com simplicidade.
Escolho o estilo Grace Kelly dos acessórios, apenas um destoando na produção. Um par de brincos, um colar ou um broche para tornar a roupa única, sempre entre pérolas, ouro amarelo ou pedrarias.


Betty Grable
Dona das pernas de um milhão de dólares, foi uma das primeiras pin-ups da II Guerra. E que voz maravilhosa?!
A combinação que todas as mulheres queriam ter: pernas perfeitas e cintura definida com um olhar inocente e sensual. "Há duas razões pelas quais eu estou no show business, e eu estou de pé sobre as duas".
Acredito que não ter medo do volume nos penteados e abusar das ondas, é um ponto Betty Grable presente, pouco a pouco, na minha vida.


Martha Rocha
A miss, não a torta! Hahaha...!
A primeira Miss Brasil em 1954 e quase Miss Universo. Durante seu "reinado" onde quer que ela passasse, em suas visitas pelo Brasil, levava sua cabeleireira e sua secretária particular.O ideal de beleza consolidado pela baiana, seguiu influenciando várias gerações de mulheres pelas décadas seguintes.
Sobre a torta, ela foi criada por uma curitibana, proprietária de uma confeitaria, para compensar a derrota da moça no concurso de Miss Universo. Martha Rocha está com 78 anos.
Eu gosto do cabelo curto que  ainda dá pra mudar, um corte que não se vê mais nem entre as retro girls, se eu não tivesse usado o cabelo bem curtinho já por tantos anos, eu faria esse corte!


DIVAS BÔNUS: A Vovó e suas irmãs
Enis (a vovózinha), Emília e Elvira, as divas de verdade! Elas aproveitaram bem a minha década preferida. Faziam suas próprias roupas e até confeccionavam os acessórios. Minha avó, quando não tinha máquina, costurou nas máquinas das amigas e até a mão, vestidos inteiros, e com um vestido feito a mão ela conheceu meu avô. Se casaram em 1963, quando ela tinha 25 anos. Ela me deu a máquina e me ensinou a costurar, me ensina também os usos e costumes dos anos 50 e 60.
Não tem nada delas que eu não use, eu copio todos os modelos de roupas e o processo de arrumar o cabelo, até o batom Café Cintilante, a Vovó só usava esse. Só me faltam mesmo, os olhos verdes! Hahahaha...!!!


Vovó, com o relógio que infelizmente não tem mais.

Vovó, com vestido de seda verde água, que ela fez.

Vovó de noiva, a Tia Elvira casou com este vestido depois.

Vovó, Normalista, formada.

Tia Elvira, olhos azuis, colar feito por elas.

Vovó e Tia  Emília, respectivamente, as roupas...vovó!

Tia Emília, com o leque que suspeitamos que ela ainda possui.


E minha TAG 5 Divas Vintage & Retrô termina aqui. Foi ótimo preparar isso tudo!
Beijinho, beijo, beijoca!

Não só o jeito de vestir



Como vocês que me acompanham por aqui já devem saber, sou casada, tenho dois filhos (Mariana 6 anos, Thiago 6 meses) e não trabalho fora. Nunca fui um modelo de vaidade, tenho preguiça de me maquiar além de lápis, rímel e batom, não gosto de salão de beleza e nem da grande maioria dos modelitos da moda, ainda assim tenho o hábito de me cuidar, eu faço minhas e meu cabelo e quando a ocasião pede uma roupa especial e a moda não me atende, eu costuro! Mas isso não me faz menos 50's lover, e isso pra mim é estilo de vida e vai além da saia rodada.
 Lendo 'Em Defesa da Comida- um manifesto' (Michael Pollan) percebi que podemos ir ainda mais além, e fiquei até bem satisfeita com o que tenho feito até aqui e vai agora uma dica de livro e uma de alimentação de lambuja!
Essa de comida "sem isso" ou "rica naquilo" e o surto de "qualquer coisa detox" não me pegou, e a frase mais "vintage" e mineira daqui de casa é: COMIDA BOA É A QUE DÁ SUSTANÇA!
Abaixo uma parte do livro como guia para comer comida:
"1. Não coma  nada que a sua avó não reconheceria como comida.
2. Evite comidas contendo ingredientes cujos nomes você não possa pronunciar.
3. Não coma nada que não possa um dia apodrecer.
4. Evite produtos alimentícios que aleguem vantagens para sua saúde.
5. Dispense os corredores centrais dos supermercados e prefira comprar nas prateleiras periféricas.
6. Melhor ainda: compre em outros lugares, como feiras livres ou mercadinhos hortifrútis.
7. Pague mais, coma menos.
8. Coma uma variedade maior de alimentos.
9. Prefira produtos provenientes de animais que pastam.
10.Cozinhe e, se puder, plante alguns itens do seu cardápio.
11. Prepare suas refeições e coma apenas à mesa.
12. Coma com ponderação, acompanhado, quando possível, e sempre com prazer."
Entenderam como esse livro ganhou meu coração? Mesmo assim ainda tem lugar pra Coca-Cola e outras porcarias! hahahaha



2 Blue Players

Quando eu disse que vinha parceria nova, eu não disse que era com a incrível dupla 2 Players Deco! A Gabi descobriu um cantinho da minha casa pra dar um "up" e vai colocar umas pitadinhas de retrô!
Vim mostrar como está ficando o projeto para os quadrinhos que eles estão fazendo pra mim e umas sugestões de imagens que mandei pra eles!
Não vejo a hora de ter a parede do home-office cheinha assim! <3


Olá de novo!

Ei vocês! Voltando...com neném no colo, ele já tem 5 meses e uma irmã de 5 anos (essa parte vocês já sabiam), e tenho muita coisa pra contar!
Confesso que depois de tanto tempo (gravidez complicadinha e adaptação pra ser mãe de dois) fiquei enferrujada, mas estou cheia de vontade de voltar com tudo! Combinamos assim: Eu deixo aqui nesta postagem algumas fotos do Thiago (o Instagram tá cheinho delas), conto um pouquinho do dia em que ele nasceu e vocês ficam pacientes com alguns posts antigos que vou colocar de volta enquanto pego o ritmo outra vez...e vem parceria nova por aí!
Fazendo minha parte: Em outubro o Thiago chegou, pesando 3k240g. Nasceu de parto natural na Maternidade Sofia Feldman, em Belo Horizonte. Nasceu de cócoras e mamou antes mesmo que o cordão umbilical fosse cortado, a primeira pessoa a segura-lo foi a Mariana, ela segurou o irmão enroladinho no lençol, ainda sujinho da barriga! No dia seguinte já estávamos em casa!!!

Mariana e Thiago
Thiago 1 mês
Thiago 5 meses